quarta-feira, 1 de julho de 2009

Perigos


Toda grande aventura está mergulhada em grandes riscos.Esta foto (Autor desconhecido) foi encontrada pela web durante o planejamento da viagem. Foi motivo de algumas engolidas secas e levou também algumas horas de sono. Nessas horas só vinha a mente as palavras do mestre Pablo Neruda:


Morre lentamente

“... Quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida fugir dos conselhos sensatos...”.
Pablo Neruda

5 comentários:

Hudson disse...

Boa noite amigo temos algo em comum, realizei esta viagem também foi e esta sendo bem gratificante.

meu e mail é
comricardo@hotmail.com

nerd disse...

a transamazonica e uma vergonhas porque estradas nao devem ser de terra mas hoje tem de ser de asfalto

Kleber Correia disse...

Amigo, os versos citados são da brasileira Martha Medeiros, e não de Neruda. Vide http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,falso-poema-atribuido-a-neruda-e-da-brasileira-martha-medeiros,306181,0.htm. Abs!

Boni Globetrotter disse...

Grande Vantuir,
Só de ver estas imagens e depoimentos já dá vontade de pegar a estrada, muita saudade dessa Tranzamazônica " Mardita".
Abraço Fraterno.

Boni

Boni Globetrotter disse...

Nosso blog do caribe é:
aventuraducaribe.blogspot.com
Abração amigo!!!