quinta-feira, 25 de setembro de 2008

2 dia- Mote do Carmo- Mateiros- Palmas (Jalapao)

Contraste da parabolica. "Hay que perder a ternura, a novela jamais."
Altos Postos. A garatia soi Joi.

Olhem o preco da gasolina em Mateiros. Deve vir do leste Europeu pelo sedex. A esse preco.















Sempre vi e ouvi falar muito do Deserto do Jalapao.
O local é impressionante!! Belissimas paisagens e um visual que eu só conhecia atravez da TV.
Tive a oportunidade de ja ter competido no Rali do Café, no Rali dos Amigos, no Baja nas Neves, mas nunca fiz o Rali dos Sertoes. Porém conhecia o Jalapao pelas filmagens do Rali dos Sertoes.
É estasiador passar pelos locais de especiais que eu havia visto e ir se aproximando de Mateiros depois de rodar 170 kms sem nada, casa, vila, fazenda ou qualquer outra coisa. Grandes retas se confundem com nao menores bancos de areia.
Mas areia mesmo que de passar em primeira marcha quase atolando. Se nao fosse pelo pneu mittas E-09 misto que tem se comportado excepicionalmente em todos os pisos que andou até o momento, acredito que teria atolado em alguns pontos. Digo isso tambem porque a bagagem é um grande diferencial. Estou muito carregado e isso deixa a moto com frente muito solta. Ja joguei o maximo de peso parao centro da moto só que nao adianta.
Voce vem numa reta a 100 km/h e de repente um banco de areia.
Em duas ocasioes travei uma horrenda briga entre o otimismo e a lei da gravidade, por pouco a terra nao vira, tudo valeu a pena.
Para chegar a cachoeira da Velha é preciso sair 30 kms do roteiro e consequentemente voltar. Uma estrada dificilima, com muitas pedras soltas e muita areia.
Tudo valeu a pena. Na ida fiquei pensando como um lugar sem grandes morros vai ter um grande salto d'agua. E tem. Impressionate. Vejam as fotos e tirem suas conclusoes.
A grande decepcao sao as queimadas. Acabam com tudo. Olhando a vegetacao é simples notar que um simples cigarro queime toda uma area.
Um detalhe, nao atualizei blog ontem. Porém depois de rodar 400 kms em estradas de chao, pedras e areia com uma moto de 165 kgs mais uns 50 de bagagens tudo que eu queria era um banho e uma cama.
Ontem acho que descobri a fórmula do plutonio. Voce pega uma meia que pegou chuva, lava e depois bota desodorante. Indescritivel!!

Boa noite amigos. Amanha relato o primeiro contato coma BR230 (Transamazonica)




7 comentários:

eduardo disse...

Muito boa sua descrição da viagem,parece até que estava junto.
A da fórmula do plutônio então....hahahaha
Boa viagem!

emilio.aax disse...

Vantuir,
que maravilha de viagem.
parabéns pelas fotos e pelo relato.
boa viagem!

djan disse...

muito bom.... o plutonio.. so tu mesmo.. e parabens pela viagens.. devagar e sempre.. voce faz o teu ritmo... e paciencia é uma virtude que se aprende em viagens como essa...
bjs querido..

DO POLO SUL AO POLO NORTE NUMA V STROM 1000 disse...

Esse é meu amigo Vantuir....do jeito que eu gosto....valente, desbravando sozinho com sua moto, Os Sertaos....Parabensss, estou viajando contigo

Ed Cotait disse...

Pra dizer a verdade, nunca imaginei que plutônio cheirasse a chulé...
ahahaha
Vantuir, experimenta esticar ao máximo a parte central do seu alforge, visando abaixar ainda mais o centro de gravidade da moto!
Em lugares que a frente ficar bobsa demais, procure tranferir parte do seu peso para as pedaleiras.
Me desculpe se eu quis ensinar o pai Nosso ao vigário, mas a intenção é apenas e tão somente, SOMAR!!
Abraços e avante!!!

The Big Rider: born free,drive fast & die hard!!! disse...

É isso aí, Vantuir.
Vai deixando a gente informado sobre tudo porque assim a gente tem a sensação de estar viajando junto, cumpadre!
Abs e boa sorte na Amazônia.
Abs
Felipe

eduardo disse...

cara a fran quer falar contigo urgente a respeito de um sorteio de sao paulo que vc ganhou .liga pra ela . (largo)